Trigo sarraceno – benefícios

Alimentação 651 visitas 2 Comentarios

O trigo sarraceno tem muitas propriedades com grandes benefícios para a nossa saúde. Também designado por trigo mourisco, embora não seja um tipo de trigo, já que é da família da quinoa.

Esta semente tem uma distribuição geográfica muito alargada, desde a Europa Central, passando por Israel e toda a sua disporá até à China e Japão.

Mas afinal, o que este pseudo cereal tem de tão especial? Conheça os benefícios que o trigo sarraceno oferece a nossa saúde.

  • Não contém glúten a farinha produzida com o trigo sarraceno é uma excelente opção para fazer bolos, biscoitos e pães para pessoas com sensibilidade ao glúten ou celíacas.
  • Protege o sistema cardiovascular – seus minerais, flavonoides e aminoácidos proporcionam diversos benefícios como a redução do colesterol ruim (LDL), a manutenção de um bom fluxo sanguíneo e a redução da pressão arterial; factores que contribuem para um sistema cardiovascular saudável.
  • Possui baixo índice glicémico – seus alto teor de fibras desacelera o processo digestivo, causando uma sensação de saciedade e reduzindo a taxa de glicose no sangue, consequentemente diminuindo o risco de desenvolver o diabetes.
  • Rico em manganês, magnésio, cobre e fósforo – minerais importantes para as funções essenciais de nosso organismo.
  • Contém 8 aminoácidos essenciais – incluindo a lisina, que auxilia na formação de colágenio.
  • Rico em flavonoides – especialmente em rutina, com propriedades anti-inflamatórias e antiplaquetárias.
  • Contém boa quantidade de fibras insolúveis – actuam no bom funcionamento do intestino e reduzem a secreção de ácidos biliares, diminuindo, com isso, a possibilidade de formação de cálculos biliares.
  • Boa fonte de ómega 3 e ómega 6 – gorduras essenciais para o funcionamento de vários órgãos. Essas gorduras actuam na redução de triglicerídeos e de colesterol ruim (LDL), favorecendo o aumento do colesterol bom (HDL).

Energizante e nutritivo, o trigo-sarraceno é vendido simples ou torrado, este último designado por vezes «kasha», do qual se faz um prato tradicional europeu. O trigo sarraceno cru tem um sabor suave e subtil, enquanto o trigo-sarraceno cortado tem um sabor mais forte a noz.

trigo sarraceno

trigo sarraceno

A sua cor varia do rosa escuro ao castanho. O trigo sarraceno é muitas vezes servido como alternativa à papa de aveia. O trigo-sarraceno também apresenta altas quantidades de farelo, disponível quer nas variedades leve ou integral, com a variedade integral mais nutritiva. Uma vez que o trigo-sarraceno não contém glúten, é muitas vezes misturado com qualquer tipo de farinha com glúten (como o trigo) para bolos.

Índice glicémico – O trigo sarraceno em grão ou farinha tem um índice glicémico equivalente a 50. Para efeito de comparação, o arroz comum, não integral, tem um índice glicémico mais elevado, igual a 70.

É o melhor “cereal” para adquirir vitalidade e para nos ajudar a adaptar ao tempo frio.

trigo sarraceno

Como cozer o trigo-sarraceno?

Como o grão do trigo cresce muito, 200g de trigo dão para 4 pessoas.

Para cada dose de 50g de trigo junte 125ml de água, ou seja, para 1 medida de trigo junte 1 e meia de água.

A sua confecção é semelhante à do arroz ou da quinoa. Tal como acontece com a quinoa, lave o trigo em água corrente antes de o cozinhar.

Coloque o trigo na água com um pouco de sal, tape a panela e, quando levantar fervura, deixe ferver 10-13 minutos em lume brando. Se preferir que fique um pouco al dente, deixe cozer apenas 10 minutos. Se o quiser mais cozido, deixe ferver um pouco mais, mas não o deixe cozer demais.

Se o quiser servir assim como acompanhamento, pode juntar um fio de azeite e mexer com um garfo para que fique mais soltinho.

trigo sarraceno


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
2 Comentários
  1. Marta Guedes

    | Responder

    Tomei conhecimento deste trigo através deste artigo e estou muito curiosa.Vou comprar…

  2. Marta Guedes

    | Responder

    Tomei conhecimento deste trigo através deste artigo e estou muito curiosa.Vou comprar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *