Menopausa – Tratamento Natural do processo de envelhecimento

Corpo 2975 visitas 2 Comentarios

Menopausa é o termo usado para designar o período fisiológico após a última menstruação espontânea da mulher. O seu início só pode ser definido após completar um ano sem período menstrual, uma vez que, durante esse intervalo, a mulher ainda pode, ocasionalmente, menstruar. Resulta da falência da actividade endócrina dos ovários, sobretudo da sua incapacidade na produção de estrogénios.

Os anos férteis da mulher começam quando ela tem a sua primeira menstruação. Eles terminam com a menopausa, quando os períodos menstruais param de ocorrer. A menopausa é uma parte normal do processo de envelhecimento.

Cerca de 700 mil portuguesas entram, todos os anos, em menopausa, mas apenas 3,6 por cento chega a efectuar tratamento. O tabu e os mitos que a ensombram fazem com que muitas mulheres não falem sequer no assunto.

Fisicamente, o que acontece nessa fase é a queda dos níveis de produção e circulação de estrogênio, um dos principais hormonas femininas.

Os sintomas da menopausa iniciam, geralmente, entre os 45 e 55 anos de idade.

O hábito de fumar é associado à menopausa prematura, isto porque o consumo de tabaco impulsiona um declínio dos níveis de estrogênio no sangue, podendo desencadear uma menopausa precoce.

Para além da menopausa natural e precoce há ainda a menopausa artificial que deriva de uma intervenção médica que reduz ou interrompe a secreção hormonal dos ovários. Estas intervenções incluem a cirurgia, para extrair os ovários ou para reduzir a quantidade de sangue que recebem, e a quimioterapia ou a radioterapia sobre a pélvis (incluindo os ovários), para tratar o cancro.

A intervenção cirúrgica em que se extrai o útero (histerectomia) tem como consequência a suspensão da menstruação, mas não afecta a quantidade de hormonas desde que os ovários continuem intactos e, portanto, não provoca menopausa..

Menopausa – processo de envelhecimento


Os principais sintomas da menopausa são:

  • Menstruação irregular
  • Ondas de calor que iniciam de repente, mesmo estando num ambiente com ar condicionado
  • Suor frio que ocorre logo a seguir às ondas de calor
  • Sinais de depressão
  • Ansiedade e nervosismo
  • Perturbações do sono, como insónia
  • Mudanças bruscas de humor
  • Secura vaginal
  • Unhas enfraquecidas
  • Pele e cabelos secos


A osteoporose (o intenso adelgaçamento dos ossos) é o principal problema para a saúde que a menopausa provoca.

As mulheres brancas magras e as que fumam, ingerem quantidades excessivas de álcool, tomam corticosteróides, ingerem pequenas quantidades de cálcio ou têm uma forma de vida sedentária correm maior risco de sofrer desta doença.

Durante os primeiros 5 anos posteriores à menopausa, perdem-se entre 3 e 5 por cento de massa óssea por ano e, depois, entre 1 e 2 por cento por ano. Daí que ocorram fracturas a partir de lesões menores e até, nas pessoas de idade avançada, sem que exista nenhuma lesão.

Os ossos que se fracturam com maior frequência são as vértebras (o que provoca encurvamento e dor de costas), o fémur (ancas) e os ossos dos pulsos.

ALIMENTAÇÃO:
Adopte uma alimentação rica em alimentos naturais e pobre em alimentos industrializados, especialmente cereais integrais, legumes, hortaliças e frutas.

O consumo de alimentos ricos em fitoestrogênios como a linhaça para as mulheres na menopausa podem promover alguns dos seus sintomas. A dose fornecida para este estudo foi de 40 gramas de linhaça por dia.

Além disso, a ausência de efeitos estrogênicos faz a linhaça mais segura, nos casos em que o aumento de estrogénio pode ser adverso tal como em mulheres com câncer de mama.

Tratamento Natural - Menopausa

Tratamento Natural para Menopausa

As mulheres que não realizam nenhuma actividade física sentem muito mais os sintomas da menopausa do que as que praticam qualquer tipo de exercício, especialmente os aeróbicos, que acabaram com os sintomas logo após sua realização em alguns testes.

A alimentação e os exercícios físicos são peças chaves nesta fase, através destes dois mecanismos muitas mulheres não apresentam sintomas da menopausa ou os tem bem atenuados. A busca pela qualidade de vida desde cedo, garante uma menopausa mais tranquila e uma vida mais saudável.

Alguns sumos que combatem os sintomas da menopausa:

SUMO DE COUVE E MARACUJÁ

– Bater no liquidificador: 2 folhas de couve, 2 colheres de mel, 3 copos de água e a polpa de um maracujá.

Beber 1 copo de 200ml três vezes ao dia.

envelhecimento - Menopausa

SUMO DE GELEIA REAL

– Bater no liquidificador: 2g de geleia real, 1/2 abacate, 10g de lecitina de soja e 2 copos de leite desnatado.

Beber duas vezes ao dia.

A SOJA contém substâncias que tem uma estrutura semelhante ao estrogênio e por isso, ajudam a manter a saúde em ordem e os sintomas controlados ao se ligarem aos receptores de estrogênio do organismo.

Reduza o consumo de carne vermelha e outras fontes de gordura saturada para protecção de problemas cardíacos. Evitar bebidas gaseificadas (água com gás, refrigerantes…), pois eliminam o cálcio do organismo. Cafeína e álcool agravam o aparecimento das ondas de calor, portanto, elimine-os da sua alimentação.

Procure qualidade de vida sexual na menopausa

Com a perda da produção de algumas hormonas na menopausa, a mulher fica com menos lubrificação vaginal, devendo ter maior cuidado durante o ato sexual. Quando a vagina fica seca, o atrito do pénis pode magoá-la, como também ao seu parceiro, além de poder provocar algumas infecções (vulvovaginites).

O uso de cremes lubrificantes é aconselhável, bem como a possibilidade de reposição hormonal.

Um outro fenómeno que ocorre é a perda da gordura localizada nos grandes lábios, fazendo com que a vagina diminua de tamanho e esteja mais propensa a sofrer dor no coito.

Aproveite o maior estímulo sexual de seu parceiro, procurando-o pela manhã (cedo), pois a maior disposição dele para o sexo pode ajudá-la a ter mais desejo e a ser mais estimulada.

A fantasia deve ser muito utilizada para despertar maior prazer no acto.

 

Sugestões de estilo de vida

• Aprenda a gerir o seu stress – O stress pode tornar os sintomas da menopausa mais pronunciados e afectar a função da glândula adrenal, reduzindo a produção de hormonas.

A meditação, o yoga e as técnicas de respiração podem ajudar a reduzir o stress. A massagem e a acupunctura promovem o relaxamento, e diversos estudos têm demonstrado que a acupunctura pode reduzir os calores súbitos;

• Pratique exercício físico regular – Os estudos têm demonstrado que o exercício regular reduz a frequência e a gravidade dos afrontamentos. Também melhora o humor e o sono, protege contra doenças cardíacas, e as actividades de levantamento de pesos fortalecem os ossos;

• Não fume – Fumar pode piorar os afrontamentos e os sintomas de ansiedade, irritabilidade e depressão;

• Vista diferentes camadas de roupa, de modo que possa tirar algumas peças quando sentir calores súbitos;

• Considere juntar-se a um grupo de apoio: pode ser benéfico partilhar a sua experiência com os outros;

• O riso é um bom remédio. Assista a filmes engraçados, vá a espectáculos de comédia e passe tempo com pessoas que a façam rir e sentir-se feliz.

A menopausa é uma fase que deve ser encarada com coragem pelas mulheres, estando estas preparadas para administrar todas as consequências trazidas por ela.

Clique para mais informações sobre cirurgia plastica mogi das cruzes.


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
2 Comentários
  1. Maria - Reposição Hormonal Natural

    | Responder

    Muito legal, sou adepto também ao tratamento natural e tenho obtido resultados legais, mas bem regrado. Parabéns.

  2. Iris

    | Responder

    Tenho muito cuidado com a alimentação e pratico exercício físico para ter uma vida melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *