Alopécia (queda de cabelo) – causas, sintomas e tratamento

Beleza & Estética 248 visitas Comentar

A alopécia é uma doença caracterizada pela redução parcial ou total de cabelo, do couro cabeludo, ou de pelos de qualquer outra região do corpo.

Num caso de alopécia o cabelo cai, deixando visível o couro cabeludo ou a pele, esta patologia apresenta diversas causas e, consequentemente, diversas formas de tratamento. Pode ter uma evolução progressiva e é muito mais comum nos homens do que nas mulheres.

O cabelo tem um ciclo normal de crescimento que resulta do balanço entre a quantidade de cabelo que nasce e a quantidade que cai.

Uma queda diária de 50 a 100 cabelos pode considerar-se normal, mas se exceder este número a queda é excessiva e deve ser tratada.

Alopécia (queda de cabelo)

A queda de cabelo é normal e acentua-se em determinadas alturas do ano mas, quando em excesso, pode ser sinal que algo poderá não estar bem e que deverá procurar ajuda.

Há, no entanto, alguns factores que comprovadamente podem provocar a queda excessiva do cabelo, entre eles, uma dieta desequilibrada, o stress, o pós-parto, a febre, infecções, doenças crónicas graves, intervenções cirúrgicas, doenças endócrinas (como alterações na tiróide) e alguns medicamentos.

Os factores que estão na origem da queda do cabelo são assim de diversas ordens. Podem estar relacionados com o estilo de vida, hábitos que fragilizam a haste capilar, com alterações físicas ou hormonais ou com a herança genética.

A queda de cabelo pode ocorrer durante semanas e verificar-se tanto pela perda de fios na lavagem, ao pentear ou na almofada, como pela perda de densidade capilar e espaçamento entre os cabelos.

Neste artigo, saiba quais as principais causas da queda de cabelo.

Quais as principais causas da alopécia?

  • Desequilíbrios alimentares (dietas radicais e restritivas);
  • Alterações hormonais (por ex.: distúrbios da tiróide);
  • Secreção sebácea excessiva;
  • Stress;
  • Infecções recorrentes;
  • Toma de determinados medicamentos;
  • Pós-parto;
  • Alternância das estações;
  • Processo natural de envelhecimento.

STRESS

Uma das causas da queda de cabelo é o stress físico e emocional que dura um curto período de tempo, voltando a regularizar quando estiver tudo mais calmo.

PÓS-PARTO

As mulheres que passam por uma gravidez acabam por passar por uma forte alteração hormonal, levando muitas vezes a sintomas e alterações no corpo, podendo também interferir com o ciclo do cabelo.

Após a gravidez, os níveis hormonas tendem a regularizar levando a um novo processe de renovação capilar.

MÁ ALIMENTAÇÃO

Pode parecer que não, mas manter uma alimentação saudável, diversificada e equilibrada ajuda a manter o nosso organismo saudável, nomeadamente o nosso cabelo e pele.

Se mantiver uns níveis de proteínas, vitaminas, ferro e zinco equilibrados, não terá consequências no seu cabelo por razões alimentares.

Alopécia (queda de cabelo) - causas, sintomas e tratamento

MEDICAMENTOS

Alguns medicamentos podem causar a queda de cabelo como por exemplo os medicamentos utilizados em tratamentos de quimioterapia ou pílulas anticoncepcionais.

Esta queda é temporária, enquanto o corpo se habitua ao fármaco ou durante o tempo que durar o tratamento.

TIPOS DE ALOPÉCIA

Alopecia areata (formação de áreas totalmente desprovidas de cabelo);
Alopecia androgénica (causada pelas hormonas masculinas);
Alopecia difusa (diminuição acentuada da densidade do cabelo);
Alopecia seborreica (produção excessiva de sebo na sequência de desregulação hormonal);
Alopecia temporária (por exemplo, associada a uma doença grave).

TRATAMENTOS PARA A ALOPECIA

Travar ou mesmo inverter a queda de cabelo depende muito de um diagnóstico preciso e do tipo de tratamento utilizado. Existem tratamentos para cada caso específico e particular.

O tratamento capilar, ao depender do indivíduo a ser tratado e do tipo de queda de cabelo, requer uma análise minuciosa e uma selecção do tratamento adequado para produzir os efeitos desejados.

Existem três níveis de intervenção para o tratamento da alopecia.

Tópico

Actualmente não existe dúvida de que o produto mais eficaz aplicado directamente no couro cabeludo é o medicamento minoxidil. Os médicos associam, por vezes, um champô apropriado.

Sistémico

A administração de Finasteride (comprimidos) por via oral, que vão bloquear a acção da hormona masculina no folículo piloso, constitui, em muitos casos, uma ajuda preciosa. Sabe-se hoje que a dose eficaz na mulher é bastante mais alta que a dose eficaz no homem, embora na maior parte dos países a administração a mulheres não esteja ainda regulamentada.

A associação de polivitamínicos ou oligoelementos, por via oral, é comum no tratamento da alopecia, embora a sua utilidade não seja óbvia, exceto em casos de distúrbios alimentares ou em que exista carência de algum nutriente.

Cirúrgico

O tratamento cirúrgico da alopecia consiste no transplante de cabelo ou no implante capilar. Os primeiros transplantes para reduzir a alopecia androgenética efectuaram-se há meio século, tendo a técnica evoluindo muito nos últimos anos.

O transplante capilar é um dos tratamentos mais eficazes e duradouros, uma vez que os resultados são permanentes, dado que o cabelo implantado não está sujeito aos factores genéticos que provocam a sua queda.

Alopécia (queda de cabelo)

APOSTE NA PREVENÇÃO

Nem todos podemos evitar a queda de cabelo (alopecia) mas esta pode ser atrasada ou atenuada. Para preservar o nosso cabelo devemos ter alguns cuidados na alimentação e no nosso estilo de vida, e adoptar alguns cuidados capilares básicos.

Uma alimentação saudável e o exercício físico regular são factores que podem influenciar a saúde e adiar ou diminuir o ritmo da queda dos cabelos pois interferem com a circulação sanguínea, que transporta os nutrientes para a raiz do cabelo.

Quando o organismo está carente de nutrientes, também o cabelo e o couro cabeludo se ressentem.

As vitaminas A, B1, B2, B3, B6, B9, B12, C e E são particularmente benéficas para os cabelos, assim como vários minerais – cálcio, ferro, fósforo, magnésio, iodo, e zinco.

Alopécia

A higiene do couro cabeludo é fundamental para o crescimento e regeneração dos cabelos. Sem uma higiene completa e regular é difícil qualquer tratamento capilar produzir resultados.

A escolha de champôs, amaciadores e tónicos capilares é fundamental para prevenir a queda do cabelo.

Pentear ou escovar o cabelo é quase tão importante como lavá-lo, pois ajuda a eliminar a sujidade, a caspa, os cabelos caídos e as células mortas que se vão acumulando, e que podem obstruir a passagem de nutrientes.

Evite também o abuso de permanentes, alisamentos, colorações, ou produtos para moldar o cabelo, pois agridem-no sempre, e no pior dos casos agravam a sua queda.

 

 

5/5 (1 Review)

Copyright Tratamento Natural. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.tratamento-natural.com/beleza-estetica/alopecia-queda-de-cabelo/

AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *