Vigorexia – a busca constante do corpo perfeito

Beleza & Estética 2480 visitas 3 Comentarios

A vigorexia, também chamada de transtorno dismórfico muscular, é um transtorno obsessivo-compulsivo que se caracteriza pela constante insatisfação com o corpo.

Vivemos numa sociedade na qual a busca pelo corpo perfeito e a qualquer custo é incentivada o tempo todo. Algumas pessoas conseguem encarar isso de uma forma saudável, como um impulso a mais para se alimentar bem e praticar atividades físicas. Mas existem muitas outras, que acabam reféns da necessidade de se enquadrar num padrão e isso pode tornar-se uma doença.

A vigorexia é um transtorno dos tempos modernos

A vigorexia é um transtorno dos tempos modernos, fruto da busca pela imagem perfeita, sendo consequência da exagerada exposição a que diariamente estamos expostos por diversos meios, nomeadamente televisão e redes sociais.

Quem padece deste problema psicológico vive obcecado com o corpo, nunca sentido completa satisfação com os resultados obtidos através da prática de exercício físico.

A musculação é uma atividade extremamente benéfica ao corpo e a mente.

Sendo uma modalidade completa, ela alivia o stress, enrijece o corpo, retarda a velhice, combate problemas de saúde causados pelo sedentarismo, aumenta a disposição e, é claro, ajuda no visual. Porém é importante ficar alerta para que isso não se torne uma prioridade na sua vida.

Já foram relatados casos em que o indivíduo possui como único assunto o ginásio, o treino, o suplemento, a comida, chegando a ponto de afastar-se de amigos, parentes, namorada e etc. Tornar-se obcecado não é benéfico, e quando o assunto é musculação não é diferente.

Como já foi citado acima, muitas vezes um indivíduo acredita que treinando todos os dias, mais e mais, atingirá seu objetivo mais rápido. Este pensamento, é completamente errado, caracteriza-se como Síndrome de Adonis ou Vigorexia (conhecido como overtraining, em inglês).

A musculação, é uma prática em que se obtém resultados satisfatórios através de fatores externos à atividade em si, como alimentação e, principalmente, descanso. Um músculo só se desenvolve quando descansamos e o abastecemos corretamente, pois a musculação em si nada mais é do que um estímulo, uma forma de dizermos ao músculo: “DESENVOLVA-SE!”.

A doença é mais comum entre homens dos 18 aos 35 anos, mas pode afectar qualquer individuo independentemente da idade ou sexo. Acredita-se que é um transtorno obsessivo compulsivo decorrente da cultura actual, muito focada na alimentação saudável e a procura do corpo perfeito, tonificado e musculado.

Vigorexia - a busca constante do corpo perfeito

CONSEQUÊNCIAS FÍSICAS

Insónia

Falta de apetite

Cansaço constante

Problemas ósseos e articulares devido ao peso excessivo

Falta de agilidade

Desproporção displásica entre o corpo e a cabeça

Encurtamento de músculos e tendões

Risco de doenças cardiovasculares

Lesões hepáticas

Disfunções sexuais

Diminuição do tamanho dos testículos

Maior propensão do cancro da próstata

CONSEQUÊNCIAS PSICOLÓGICAS

Sensação de fracasso

Irritabilidade

Desinteresse sexual

Agressividade

Dificuldades de concentração

Abandono das actividades sociais, inclusivamente o emprego

Normalmente os vigoréticos adotam uma alimentação muito restritiva e não consomem gorduras, sendo a dieta estritamente voltada para o consumo de alimentos ricos em proteínas, com o objetivo de aumentar a massa muscular. É comum, também, o uso excessivo de anabolizantes e suplementos proteicos, além de passar horas na academia, aumentando sempre a carga dos exercícios.

As pessoas com vigorexia ficam sempre insatisfeitas com os resultados, vendo-se sempre como muito magros e fracos, apesar de serem muito fortes e terem músculos muito bem definidos e desenvolvidos. Por isso, a vigorexia é considerada um tipo de Transtorno Obsessivo Compulsivo e necessita de tratamento.

O tratamento para a vigorexia deverá ser feito numa abordagem multidisciplinar, o que significa que várias vertentes terão de ser abordadas no sentido de controlar a progressão da mesma.

Entre eles, é importante controlar fatores como:

  • Dieta equilibrada com nutrientes e vitaminas necessárias para o corpo.
  • Eliminar esteroides anabolizantes caso estejam a ser usados.
  • Psicoterapia.
  • Em casos extremos, nos casos em que existam sintomas de depressao, poderá ser necessário o recurso a terapia medicamentosa a fim de regular os níveis de serotonina e controlar a ansiedade.

A vigorexia é uma distorção da auto-imagem direcionada à questão da força. Os portadores do distúrbio descrevem a si mesmos como pequenos e fracos, apesar de possuírem músculos acima da média.

O resultado é um tipo de obsessão pelo corpo musculoso, já que eles nunca têm satisfação em relação ao que estão vendo diante do espelho.

Vigorexia – a busca constante do corpo perfeito
4.6 (91.84%) 49 voto[s]

Copyright Tratamento Natural. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.tratamento-natural.com/beleza-estetica/vigorexia/?shared=email&msg=fail

AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
3 Comentários
  1. pedro camilo

    | Responder

    A busca pela imagem perfeita pode levar a extremos e isso não é saudável

  2. Filipa melo

    | Responder

    Alimentação equilibrada, exercício físico para nos mantermos saudáveis e de bem a vida, mas nada de obsessões!

  3. Olga Prado

    | Responder

    Tudo com conta peso e medida sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *