Tratamento Natural da Depressão e Sintomas

Bem Estar Emocional 955 visitas 2 Comentarios

Artigo sobre o Tratamento Natural da Depressão.

A é uma das doenças mais comuns, a nível mundial e em Portugal, não sendo um sinónimo de tristeza nem um sinal de fraqueza. Igualmente, não é uma situação que se possa resolver de forma voluntária – as pessoas deprimidas não podem simplesmente controlar os seus pensamentos e atitudes e ficar melhores.

É uma condição médica que pode ser muito grave e envolve o corpo, o humor, os pensamentos e os comportamentos. Afecta a forma como a pessoa come e dorme, a forma como a pessoa se sente em relação a si própria e a forma como a pessoa pensa sobre as coisas e as pessoas que a rodeiam. Sem o tratamento apropriado, os sintomas podem manter-se durante semanas, meses ou anos; no entanto, o tratamento correcto beneficia a maioria das pessoas deprimidas

Portugal é o país europeu e o segundo do mundo com maior taxa de depressão na ordem dos 25%. Vários estudos afirmam que em 2020, será a 2ª causa de morte logo a seguir das patologias cardíacas. Dois terços das pessoas que se suicidam sofrem de depressão na altura da sua morte e Portugal é o terceiro país europeu onde o suicídio mais aumentou nos últimos quinze anos (5 por dia).

Não deve ser confundida com tristeza, embora esta seja um dos sintomas. No entanto, geralmente, a tristeza surge como reação a um determinado acontecimento e é temporária, enquanto persiste se não houver tratamento, causando sofrimento e interferindo nas atividades diárias, no rendimento profissional e na esfera familiar.

Tratamento Natural da Depressão

SINTOMAS DE DEPRESSÃO

  • Tristeza
  • Desinteresse
  • Sentimento de culpa
  • Desesperança e perda de sentido da vida
  • Perda de energia
  • Baixa auto-estima
  • Sentimentos de culpa
  • Alterações de apetite e de sono
  • Perturbações de memória e concentração
  • Dores de cabeça
  • Dificuldades em tomar decisões
  • Eventualmente, ideias suicidas

CAUSAS DA DEPRESSÃO

Acontecimentos traumáticos podem desencadear a depressão ou promover episódios depressivos. Hoje sabe-se também que o tipo de personalidade e a forma como lidamos com as adversidades pode estar ligado a uma menor ou maior predisposição para a depressão. A nível geral, parece resultar de uma combinação de factores do foro genético, ambiental, biológico e psicológico.

1. Genética – Uma história familiar pode aumentar o risco. Pensa-se que é passada geneticamente para a geração seguinte. A forma exacta como isto acontece, no entanto, não é conhecida.

2. Desequilíbrios químicos do cérebro – Acredita-se que é causada por um desequilíbrio nos neurotransmissores que estão envolvidos na regulação do humor. Os neurotransmissores são substâncias químicas que ajudam as diferentes áreas do cérebro a comunicarem uns com os outros. Quando certos neurotransmissores são escassos, pode levar a sintomas que reconhecemos como depressão.

3. Dor e perda – Embora o luto seja uma resposta normal à morte e à perda, o stress extremo associado a tristeza pode desencadear um episódio de depressão.

4. Solidão – Sentir a falta ou o apoio da família e amigos podem aumentar o risco.

5. Personalidade – Você pode ser mais vulnerável se você tiver certos traços de personalidade, como baixa auto-estima ou ser excessivamente auto-crítico. Isto pode ser devido aos genes que você herdou de seus pais, ou por causa de sua personalidade ou experiências de vida.

6. Traumas ou abuso no passado – Abuso físico, ou emocional pode causar depressão na vida adulta.

7. Tensão financeira – Problemas financeiros pode levar a depressão.

8. Desemprego – Aqueles que estão involuntariamente desempregados têm mais probabilidade de ser deprimidos do que aqueles que estão empregados.

9. Doenças – O stress de ter uma doença de longa data ou com risco de vida pode causar.

10. Problemas conjugais ou relacionamentos – O fim de uma relação como o divorcio pode ser uma causa.

11. Depressão pós-parto – Algumas mulheres são particularmente vulneráveis após a gravidez. As mudanças hormonais e físicas, bem como a responsabilidade adicional de uma nova vida, pode levar à depressão pós-parto.

12. Medicamentos – Alguns medicamentos podem ter como efeitos secundários .

13. Má alimentação – A falta de certas vitaminas e minerais pode causar sintomas. Dietas baixas em ômega-3 ou ômega-6 são associados com aumento das taxas de depressão. Alto teor de açúcar também tem sido associado.

14. Abuso de substâncias – Quase 30% das pessoas com problemas de abuso de substâncias também têm depressão.

15. Estações do ano – O inverno pode ser uma possível causa. À medida que as horas de luz do dia ficam mais curtas no inverno, muitas pessoas desenvolvem sentimentos de letargia, cansaço, e uma perda de interesse em tarefas diárias. Chamada de depressão sazonal, esta condição geralmente desaparece quando os dias ficam mais longos. O seu médico pode prescrever medicamentos e / ou uma caixa de luz para ajudar a tratar.

Tratamento Natural da Depressão

TIPOS DE DEPRESSÃO (CATEGORIZAÇÃO)

Depressão Reactiva: Desencadeadas por acontecimentos externos, tais como perdas, doenças físicas potencialmente incapacitantes ou uso de drogas.

Depressão Menor ou Distimia: É uma depressão crónica, caracterizada por um estado de tristeza prolongado (pelo menos dois anos), podendo ser confundida com o comportamento normal da pessoa.

Depressão Major ou Unipolar: Caracteriza-se por ser um quadro depressivo sem aparente relação causal com um fator externo, que tem origem em fatores orgânicos ou psiquiátricos. Os episódios depressivos ocorrem ao longo da vida do paciente, por períodos variáveis e têm origem num défice funcional dos neurotransmissores cerebrais (dopamina, noradrenalina e serotonina) ou a uma alteração transitória dos mesmos. Os sintomas são severos e intensos havendo, nestes casos, um alto risco de suicídio.

Bipolar: Desordem primária, endógena, que se caracteriza pela oscilação de humor do paciente, que alterna entre episódios depressivos (com forte sentimento de tristeza e desesperança) e episódios de mania (o paciente sente-se enérgico, eufórico e grandioso).

Depressão Sazonal: Encontra-se relacionada com os níveis de exposição solar, ocorrendo sobretudo nos meses de outono e inverno.

Depressão com sintomas psicóticos: É uma forma rara e grave, em que existem delírios e alucinações.

Depressão Pós-Parto: Pode ocorrer entre as 2 semanas e os 12 meses após o parto. As alterações hormonais e as transformações da vida associadas à maternidade funcionam como causas potenciadoras de depressão nas mães recentes.

Durante uma depressão, a pessoa é dominada por uma visão pessimista, perde a capacidade de perspectivar o futuro e torna-se insegura em relação às suas capacidades, mas, de acordo com o especialista, se o tratamento for seguido à risca, é possível adquirir a resiliência suficiente para superar as adversidades e (re)encontrar o equilíbrio.

A alimentação pode ser uma aliada na luta contra a depressão.

depressão sintomas - Tratamento Natural Da DepressãoAbacaxi e Ameixa – O abacaxi e a ameia são outros dois ricos em triptofano, que auxiliam na formação de serotonina no corpo, ajudando a reduzir a intensidade dos distúrbios do humor e emocionais, característicos dos estados depressivos.

 

 

tratamento - Tratamento Natural Da Depressão

Além disso, o abacaxi é um alimento rico em água e que facilita a digestão e a ameixa um alimento rico em fibras que funciona como laxante natural, o que faz com que estes alimentos ajudem a regular o intestino, evitando a prisão de ventre. A prisão de ventre é um problema que pode afectar as pessoas com depressão, uma vez que existe a tendência para a perda de peso, sendo algumas vezes a alimentação menos saudável e menos equilibrada.

sintomas de depressão - Tratamento Natural Da Depressão

Banana e Abacate – A banana e o abacate são alimentos que ajudam a aumentar os níveis de Serotonina no corpo, pois são alimentos ricos em triptofano, um aminoácido que ajuda a formação de serotonina e que proporciona uma sensação de bem-estar.

 

 

ansiedade e depressão - Tratamento Natural Da Depressão

Este alimentos devem ser consumidos logo pela manhã se possível, para que o seu efeito se prolongue durante o dia.

 

 

 

Espinafre – O espinafre é um alimento que ajuda a regular o humor, o sono e o apetite, o que ajuda a diminuir os sintomas, uma vez que entre os principais principais sintomas desta doença está o humor depressivo, a perda de apetite e problemas de sono como insónia.

Tomate – O tomate é um excelente alimento que ajuda a aumentar os níveis de Serotonina e a combater, além de ser um alimento rico em licopeno e antioxidantes, que ajuda a promover o bem-estar psicológico e a saúde física. Além disso, alguns estudos indicam também que o tomate ajuda a prevenir o aparecimento e dos sintomas depressivos.

tratamento Depressão - Tratamento Natural Da Depressão

Nozes – As nozes são um alimento rico em triptofano e em ómega 6, o que faz com que ajudem na formação de serotonina e que ajudem a melhorar o funcionamento do cérebro, contribuindo assim para a saúde mental.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, um dos principais obstáculos para curar a depressão é o diagnóstico errado, já que há pessoas que sofrem da doença e nunca são tratadas, enquanto, por outro lado, se receitam antidepressivos com demasiada ligeireza.

Os números da organização apontam para 350 milhões de pessoas afectadas, a principal causa de incapacidade laboral no mundo.

Afecta mais mulheres que homens e estima-se que entre 08 a 15% das pessoas sofre de depressão durante a sua vida.

Não tenha vergonha de pedir ajuda. É um problema internacional de saúde pública que pode levar a um risco de vida.

Contacte-nos, teremos muito gosto em esclarecer as suas duvidas.
Telefone: 91 1000 333
Email: At.terapiasdamente@gmail.com

 

Tratamento Natural da Depressão e Sintomas
4.6 (92.68%) 41 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
2 Comentários
  1. Tiago Jesus

    | Responder

    A depressão é algo grave que não devemos ignorar aos primeiros sintomas.

  2. Mariana Silva

    | Responder

    Quem sofre desta doença sabe que nunca mais somos as mesmas 🙁

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *