Dicas para evitar a retenção de líquidos

Corpo 660 visitas Comentar

Com a chegada do verão, as altas temperaturas interferem na circulação sanguínea e linfática, pois o excesso de calor contribui também para a retenção de líquidos, causando inchaço no corpo, além de dor nas pernas, pés e até sensação de ganho de peso. A retenção de líquidos é um problema que atinge principalmente as mulheres devido às questões hormonais.

São muitos os fatores que podem iniciar uma retenção de líquidos, desde mudanças hormonais até excesso no consumo de sal. Designadamente, a retenção começa quando o nível de líquidos é superior a 75% no nosso organismo.

Há dois minerais que partici­pam no equilíbrio hídrico do organismo, o potássio e o sódio. São necessários para controlar a pressão do sangue e o ritmo cardíaco, transportar nutrien­tes para as células e evitar que os líquidos a mais fiquem reti­dos no organismo. O excesso de sódio, muito presente no sal, quebra esse equilíbrio e favorece a retenção. Por ou­tro lado, ingerir alimentos ricos em potássio ajuda a restaurar o equilíbrio.

A proporção ideal seria ingerir cinco vezes mais potássio (presente em frutas e verduras) do que sódio. Tenha, por isso, em conta os seguintes conse­lhos nutricionais para evitar a retenção de líquidos:

– É muito importante beber cerca de dois litros de água por dia.

– Ingira uma percentagem elevada de proteínas, presentes nas carnes magras e de aves, ovos, lacticínios, leguminosas, cereais e peixe. O fígado precisa de proteínas para produzir albumina, uma substâncias necessária para que os fluidos não se acumulem nos tecidos e causem retenção.

– É recomendável ingerir alimentos ricos em potássio e alimentos que tenham um elevado conteúdo de hidratos de carbono complexos, como a massa e o arroz.

– As infusões com diuréticos suaves, como a de cavalinha, ajudam a melhorar o problema, forçando a eliminação de líquidos através da urina.

Ingerir menos quantidade de sal – O sal é formado na proporção de um átomo de cloro para cada átomo de sódio. O sódio liga-se depois à água no organismo e ajuda a manter o equilíbrio dos fluidos dentro e fora das células. Opte por reduzir a ingestão de sal às refeições.

Opte por especiarias e ervas aromáticas para temperar as suas receitas.

Quem tem por hábito fazer refeições com alto teor de sal, como muitos alimentos processados, o que acontece é que o corpo pode começar a reter a água.

Retenção De Líquidos

O calor também provoca retenção de líquidos – O clima quente faz com o que os vasos sanguíneos fiquem mais dilatados, assim, uma maior quantidade de líquido sai e fica no espaço entre as células, e vai se acumulando. Isso acontece porque o organismo procura baixar a temperatura interna do corpo para suportar o calor.

Ingerir alimentos ricos em potássio – O potássio é um mineral implicado em várias funções importantes. Por exemplo, ajuda a enviar os sinais elétricos que mantêm o corpo em funcionamento e também pode beneficiar a saúde do coração.

O potássio parece ajudar a reduzir a retenção de líquidos de duas maneiras, diminuindo os níveis de sódio e aumentando a produção de urina.

Banana, abacate e o tomate, são exemplos de alimentos ricos em potássio.

Pratique exercício físico moderado – As caminhadas são um bom exemplo, com um baixo impacto para o organismo e com efeitos benéficos na melhoria do sistema de circulação sanguínea dos membros inferiores.

AUMENTE o consumo de chás 100% naturais com atividade diurética – cavalinha, carqueja, hibisco, chá verde, cidreira, erva-doce, capim-limão, camomila e dente-de-leão.

Reduza nos hidratos de carbono refinados – Comer hidratos de carbono refinados, tais como açúcares processados e farinha branca, leva a picos rápidos nos níveis de açúcar no sangue e de insulina. Altos níveis de insulina levam o corpo a reter mais sódio através dos rins que consequentemente faz com que haja um maior fluido de líquidos dentro do corpo.

REALIZE procedimentos estéticos como massagem modeladora e drenagem linfática.

ALIMENTOS QUE EVITAM A RETENÇÃO DE LIQUIDOS

Aipo – Rico em flavonoides e antioxidantes, o aipo apresenta poderes diuréticos. Uma excelente opção, para quem sofre de inchaço e pretende alcançar uma barriga lisa.

Água – A água é o maior aliado para evitar a retenção de líquidos, pois estimula o funcionamento dos rins e ajuda a reduzir o inchaço.

Abacaxi – Esta fruta contém bromelina, uma enzima que facilita a digestão. Os seus níveis de potássio ajudam a estimular o funcionamento dos rins e ajuda a expulsar do organismo o sódio, evitando a retenção de líquidos.

Beterraba – Evita a retenção de líquidos, tem um alto teor em ferro que torna o seu consumo benéfico em casos de anemia e promove a saúde hepática.

Brócolos – São uma das maiores fontes de vitaminas e fibras. Além de ajudar a controlar a retenção de líquidos, ajuda também a baixar os níveis de ácido úrico e é um dos grandes combatentes contra a celulite.

Melancia – Não podia faltar na lista dos alimentos que evitam a retenção de líquidos! Rica em água (92%), a melancia ajuda a hidratar o corpo e a diminuir a sensação de inchaço. É também rica em antioxidantes e vitamina A e C.

Pepino – Ajuda a regular os níveis de ácido úrico e contém uma grande quantidade de água e propriedades hidratantes e diuréticas.

Kiwi – Rico em vitamina C, o kiwi ajuda a combater a retenção de líquidos e a sensação de inchaço.

Fortaleça as suas veias

São necessárias veias boas e fortes para transportar o sangue pelo corpo todo. Veias e vasos linfáticos nas pernas são particularmente propensos a fraqueza e podem se tornar incapazes de transportar o sangue para o coração. O resultado é ficar líquido retido nos tornozelos e pernas. Mas é possível combater este problema, com vitamina C e bioflavonóides, que vão fortalecer as paredes dos vasos.

O ideal aqui será procurar suplementos destes nutrientes, uma vez que é difícil obter quantidades suficientes destes em produtos frescos.

Dicas para evitar a retenção de líquidos
4.5 (90%) 16 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *