Eliminar as varizes naturalmente

Corpo 1404 visitas 3 Comentarios

Muitas pessoas sofrem de derrames e . O que poderá inicialmente ser uma preocupação estética pode vir a tornar-se num problema de saúde sério.

As varizes são veias dilatadas e tortuosas e facilmente identificáveis por se localizarem debaixo da pele. As varizes estão englobadas na denominação Doença Venosa Crónica (DVC).

Todas as pessoas estão sujeitas a terem varizes, mas existem factores de risco como: obesidade e excesso de peso, genética, tabagismo, envelhecimento, o fato de ser mulher, gravidez, os hábitos de ficar em pé ou sentado por tempo prolongado.

Os doentes com varizes dos membros inferiores têm como sintomas mais frequentes o desconforto, a sensação de cansaço e peso nas pernas, edemas maleolares (tornozelos), parestesias (formigueiros), eczema localizado (comichão).

Estas manifestações são mais evidentes ao fim do dia e agravam-se com o calor. Por vezes os doentes não apresentam sintomatologia importante mas têm preocupações do ponto de vista estético.

As complicações mais frequentes associadas a varizes dos membros inferiores são:

trombose venosa superficial (é a vulgar tromboflebite que se caracteriza por dor, rubor, calor e tumefacção em zona que previamente era ocupada por uma variz; esta situação de “flebite” por vezes evolui para trombose venosa profunda que pode ser grave porque pode originar embolia pulmonar),

varicorragia (é uma hemorragia por rotura de uma variz, espontânea ou após traumatismo, que pode ser grave se não for efectuada uma compressão imediata),

lipodermatosclerose (com o evoluir do quadro clínico a perna, principalmente na parte mais distal, vai ficando mais escura e dura; muitas vezes esta situação favorece o aparecimento de infecções da pele, a vulgar erisipela, que vai deixando marcas definitivas), úlcera venosa (aparece mais frequentemente na região junto ao maléolo medial, no tornozelo).

O médico pode detectar as varizes através da observação clínica e, para determinar o seu estádio, pode realizar-se um doppler ou eco doppler, exames não dolorosos nem invasivos que devem ser efectuados por um especialista.

Eliminar as varizes

Qual a diferença entre derrames e varizes?

São fórmulas distintas da mesma doença. Os derrames representam dilatações de capilares na derme, enquanto que as varizes são veias dilatadas e tortuosas de localização subcutânea, causadas por alterações da estrutura das suas paredes, que as tornam frágeis e, por isso, vulneráveis à influência de múltiplos factores de agravamento.

Assim, os derrames são pequenos vasos sanguíneos (capilares), de tom vermelho, arroxeado ou azulado, com o que pequenos fios muito superficiais, enquanto que as varizes são dilatações venosas.

Eliminar as varizes naturalmente

O tratamento depende do tipo de varizes que o doente apresenta. Para além de vários cuidados fleboposturais, o doente pode necessitar de usar meia elástica e efectuar escleroterapia ou intervenção cirúrgica.

Na grande maioria dos casos é necessário um EcoDoppler venoso dos membros inferiores para rastreio e marcação.

O tratamento esclerosante de varizes pode ser efectuado por injecção de agentes químicos (continua a ser a fórmula de esclerose que oferece melhores resultados e tem aplicação na grande maioria dos doentes) ou por laser (muitas vezes referido mas ainda sem a qualidade de resultados que a escleroterapia química apresenta; aplicável numa minoria de doentes e somente em centros especializados com Cirurgiões Vasculares porque por vezes deixa marcas definitivas muito penalizadoras do ponto de vista estético).

A escleroterapia tem indicação isoladamente como terapêutica estética primária ou como complemento de cirurgia prévia.

Eliminar as varizes naturalmente

Quando o doente tem indicação cirúrgica é fundamental a qualidade do EcoDoppler efectuado para uma marcação rigorosa das varizes a operar, que deve ser efectuado no dia da intervenção.

Actualmente a cirurgia de varizes é muito gratificante para o doente que tem alta no mesmo dia, com indicação para retomar a sua rotina progressivamente, não necessitando de estar acamado, devendo deambular normalmente somente com meia elástica, fazendo o penso após 5-7 dias mas sem necessidade de retirar pontos porque na grande maioria dos doentes é possível efectuar cirurgia com incisões mínimas, sem pontos externos.

Eliminar as varizes

O uso de meia elástica após a operação pode ser necessária durante 1-2 semanas, dependendo do quadro clínico.

Apesar da actual qualidade terapêutica cirúrgica e esclerosante é importante uma vigilância periódica regular para prevenção de futuros eventos, uma vez que se trata de uma doença crónica evolutiva que necessita de cuidados continuados.

Para evitar o aparecimento de varizes, adopte estas medidas no seu dia-a-dia:

  • Hidrate o corpo diariamente;
  • Não use calças de ganga muito justas, ligas, cintas, meias que sejam muito apertadas na zona do tornozelo ou botas apertadas;
  • Não esteja muito tempo de pé, parado/a. Caminhe um pouco ou ponha-se em bicos de pés várias vezes;
  • Evite estar muito tempo sentado e com as pernas cruzadas, especialmente se as cadeiras tiverem um rebordo duro. Movimente as pernas regularmente;
  • Não tome banho com água muito quente;
  • Evite o excesso de peso, o tabaco e as bebidas alcoólicas;
  • Evite a exposição prolongada ao calor. Na praia, tente caminhar à beira-mar;
  • Nos dias mais quentes, massaje as pernas com água fria utilizando o chuveiro, de baixo para cima, durante cerca de 2 minutos;
  • Consulte um especialista em Cirurgia Vascular se tiver algum destes sintomas: dor, sensação de pernas pesadas e cansadas, cãibras, dormência, comichão ou inchaço que se agrava ao final do dia ou quando ocorre uma exposição prolongada ao calor.

Quais as consequências de uma exposição solar sem cuidados?

A exposição prolongada e desregrada ao sol, sem a protecção adequada, tem como resultado imediato o eritema solar que consiste numa queimadura cutânea com vasodilatação intensa com descamação da pele.

Associado ao calor intenso, a vasodilatação dos capilares, mesmo nas pessoas que não sofram da doença, pode originar o aparecimento dos «derrames». Quem já sofre de Doença venosa nomeadamente de varizes, o seu agravamento é inevitável.

COMO NATURALMENTE

Se sofre com sintomas intensos, é hora de procurar um especialista para um tratamento das varizes. Nas varizes menores, que costumam ser avermelhadas, o indicado é fazer a escleroterapia. A técnica seca as micro-varizes através da aplicação direta de substâncias químicas ou laser, que costuma ser uma opção mais eficiente.

Já no caso de varizes maiores, a solução é operar. As veias que estão doentes não colaboram para a circulação, portanto podem ser retiradas. A cirurgia de varizes remove essas veias, aliviando os sintomas e melhorando a estética da paciente.

comprar Eliminar as varizes

Eliminar as varizes naturalmente
4.6 (91.2%) 25 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
3 Comentários
  1. Nuno Gaspar

    | Responder

    Artigo informativo e sucinto. Obrigada!

  2. Xana

    | Responder

    Sofro tanto com dores devido as varizes.

  3. Luisa

    | Responder

    Descobri o venatrix numa pesquisa online e recomendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *