Alimentação

Dieta baixa em hidratos de carbono

A verdade

Uma dieta baixa em hidratos de carbono fundamenta-se em comer muitas proteínas como carnes brancas e limitar os hidratos de carbono. A principal razão para limitar os hidratos de carbono é que eles são facilmente convertidos em gordura.

Assim, em teoria, pela ingestão de poucos ou nenhuns hidratos de carbono, não existe a possibilidade de se comer algo que se vai transformar em gordura.

Como tal, é então suposto fazê-lo perder gordura (peso). Mas a pergunta é…

A dieta baixa em hidratos de carbono funciona mesmo?

As ofertas de dietas baixas em hidratos de carbono chamam a atenção de um grande número de pessoas que querem perder peso, principalmente por oferecer resultados rápidos. Porém, antes de optar por este tipo de dieta, certifique-se que percebeu tudo o que está envolvido.

Tal como acontece com muitas “soluções rápidas” de planos de perda de peso, isso acontece. Mas apenas por um curto período de tempo. O que realmente acontece é que o seu corpo carece de hidratos de carbono.

Os hidratos de carbono, juntamente com a gordura e a proteína, são os principais fornecedores de energia do corpo. Dos três fornecedores de energia mencionados, o corpo primeiro, por esta ordem, vai queimar os hidratos de carbono, depois a gordura e finalmente a proteína.

Quando o corpo recebe muitos hidratos de carbono, ele vai armazenar o excesso como gordura e o resultado é ganho de peso. Se consome muita quantidade de hidratos em todas as refeições, isso fará com que o corpo disponha sempre de energia imediata, sem nunca ter a oportunidade de queimar a gordura que tem a mais.

Então, o que está efectivamente a perder quando perde peso é água. Pode parecer bom por um tempo, mas assim que começar a comer hidratos de carbono novamente (como acabará por ter de o fazer), vai ganhar de volta o peso da água.

O que precisa meter na sua cabeça é que qualquer tipo de dieta que diga que apenas precisa de a fazer por pouco tempo e que depois pode voltar aos seus hábitos alimentares “normais” nunca vai funcionar.

Em lugar de se concentrar numa dieta específica, o que precisa é de mudar o seu estilo de vida e os seus hábitos alimentares. Isso assusta muitas pessoas, porque acham que isso significa que nunca mais vão poder comer um bocado de chocolate ou batatas fritas. Isso não é de todo verdade.

E depois, quando a dieta termina (como, eventualmente acontece, porque não pode continuar nem consegue fazer restrições tão rígidas), vai voltar a ganhar o peso que perdeu.

Um bom plano de perda de peso e de manutenção é o que é confiável e que será realizado durante bastante tempo.

Isso envolve comer comida saudável (proteínas, cereais integrais, proteínas saudáveis, legumes, frutas, fibras e ácidos gordos em ómega 3), e cortar nos alimentos maus, como o açúcar, alimentos processados e fritos, etc.

Também se pode fazer asneiras e comer mal de vez em quando? Sim. Basta ter consciência de quantas vezes o faz. Claro que, para conseguir os melhores resultados para a perda de peso e manter o seu peso ideal, também tem que fazer algum tipo de actividade regular, como o exercício físico.

Deve optar por algo que gosta de fazer e que possa incluir na sua rotina diária. Por exemplo, pessoas que vivem na cidade podem ir a pé para o trabalho (se o tempo permitir). Pode com efeito, demorar o mesmo tempo do que se estivesse sentado no transporte público ou parado no trânsito.

A dieta pobre em hidratos de carbono é uma das muitas dietas que oferecem resultados a curto prazo sem passar fome, mas tenha em mente que deve seguir algo que consiga fazer e seguir durante toda a sua vida.

Se desejar aprender mais sobre o que comer e o que não comer recomendamos este poderoso programa de emagrecimento.


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Tags

Artigos Relacionados

Back to top button
Close