Quistos nos Ovários Sintomas – Tratamento Natural

Corpo 7224 visitas 5 Comentarios

Quistos nos Ovarios – Os ovários são constituídos por dois órgãos que fazem parte do sistema reprodutor feminino. Eles encontram-se situados na pélvis, um de cada lado do útero. O útero é um órgão oco e em forma de pêra, onde o bebé se desenvolve. Cada ovário apresenta sensivelmente o tamanho e o formato de uma amêndoa.

Os ovários produzem os óvulos e as hormonas femininas. As hormonas são substâncias químicas que controlam o funcionamento de determinadas células e órgãos.

Um ovário produz um óvulo por mês e com esse processo começa com o ciclo menstrual. O óvulo é colocado numa bolsa chamada de folículo e dentro dele é produzido a hormona estrogénio, que indica ao útero que o óvulo está pronto.

A partir dai o revestimento do útero começa a engrossar e preparar-se para a fertilização, que seria a gravidez. Quando isso não acontece ocorre a eliminação do óvulo, que é a menstruação.

Todo o conteúdo do útero é expulso se o óvulo não for fertilizado e é por isso que ocorre o período menstrual. Quando não há óvulo e a bolsa forma-se da mesma maneira – surge um quisto uterino.

O tipo de quisto mais comum é o quisto folicular, que se forma a partir de um folículo. Um folículo é uma bolsa normal de líquido que contém o óvulo. Os quistos foliculares formam-se quando o folículo cresce mais do que o normal durante o ciclo menstrual e não se abre para libertar o óvulo.

Quistos Nos Ovários

Quistos nos Ovários Sintomas


Normalmente os quistos foliculares desaparecem espontaneamente ao longo do mês. Os quistos podem conter sangue (quistos hemorrágicos) proveniente de pequenos vasos sanguíneos de dentro da bolsa do óvulo.

Outro tipo de quisto do ovário que está relacionado com o ciclo menstrual é o quisto lúteo. O corpo lúteo é uma parte de tecido dentro do ovário que desponta após o folículo libertar o óvulo.

Quistos nos Ovarios - Quistos Nos Ovários

Se não houver gravidez o corpo lúteo tende a separar-se e desaparecer, no entanto pode permanecer como quisto no ovário, com fluido ou sangue.

O quisto pode encontrar-se apenas de um lado e não apresenta quaisquer sintomas.

A maioria dos quistos do ovário não é sentida, mas um quisto que causa sintomas, dor na barriga ou pélvis, não é um quisto comum.

A dor pode ser causada por:

  • Pressão, inchaço, ou dores no abdómen
  • Dores pélvicas
  • Dores persistentes na região lombar e nas coxas
  • Esvaziamento total da bexiga
  • Dores durante o coito
  • Aumento de peso
  • Dores durante a menstruação
  • Hemorragias anormais
  • Náuseas ou vómitos
  • Sensibilidade nos seios


O para quisto no ovário com anticoncepcional é utilizado em casos recorrentes, sendo feito especialmente em mulheres jovens sem suspeita de quisto maligno, mas que sofrem de sintomas de dor aguda. Assim, é usada uma pílula combinada, para impedir a ovulação e prevenir o surgimento de quistos.

O tratamento para quistos no ovário pode ser feito com medicamentos, mas também existem alguns que podem ajudar no processo.

A endometriose é uma condição em que as células que normalmente crescem dentro do útero, crescem fora dele. O ovário é um sítio comum de ocorrer endometriose.

Quando a endometriose se desenvolve no ovário a zona do tecido endometrial pode crescer e sangrar com o tempo, formando um quisto castanho chamado de endometrioma ou quisto de chocolate.

Tanto os tumores benignos como malignos do ovário podem conter quistos. Essa condição é conhecida por síndrome poliquistico dos ovários, caracterizado pela presença de vários quistos em ambos os ovários.

Este síndrome encontra-se ligada a problemas hormonais, sendo a causa mais comum a infertilidade da mulher.

Infecções nos órgãos pélvicos podem envolver os ovários e trompas de Falópio. Em casos graves podem surgir quistos que se desenvolvem à volta do ovário e das trompas, são chamados de abcessos.

Para ajudar a reduzir o tamanho e a fazer desaparecer os quistos no ovário, o óleo de rícino é um excelente aliado. O óleo de rícino ajuda a melhorar a circulação e a eliminar toxinas do organismo.

Deve usar o óleo de rícino aplicando-o sobre a pele, na zona onde o quisto está localizado.

NOTA: Este óleo não é recomendado para grávidas ou durante a menstruação.

Quistos nos Ovários Tratamento Natural


O chá de camomila também é considerado um bom remédio para tratamento de quistos nos ovários e está associado a dor e desconforto.

O efeito sedativo suave do chá de camomila irá reduzir a dor e ajudar a relaxar.

Além disso, a natureza quente deste chá também irá ajudar a regular períodos irregulares, estimulando o fluxo sanguíneo na região pélvica e útero.

Misture duas colheres de chá de camomila num copo de água quente.

Coe, e adicione uma colher de chá de mel e beba o chá.

Pode beber duas a três chávenas de chá de camomila diariamente até que sinta melhoras.

Prevenção do quisto no ovário

Os quistos ovarianos não podem ser impedidos. No entanto, exames ginecológicos de rotina podem detectar quistos ovarianos. Os quistos benignos não se tornam cancerosos. No entanto, os sintomas de cancro no ovário podem camuflar os sintomas de um quisto no ovário. Assim, é importante visitar o seu médico e receber um diagnóstico correto.

Qual o benefício de recorrer ao Ginecologista?

A prevenção das doenças ginecológicas é o primeiro passo para evitar que elas ocorram. Por este motivo, é fulcral que seja avaliada regularmente em consulta junto do seu ginecologista. Assim, será examinada para que o tratamento seja direccionado e optimizado.

Mais informação sobre Quistos

Quistos nos Ovários Sintomas – Tratamento Natural
4.5 (90.88%) 114 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
5 Comentários
  1. Pingback: Tratamento Natural dos Quistos nos Ovários

  2. Bruna

    | Responder

    Sofro bastante com dores devido a este problema. Gostei bastante do artigo. Parabéns.

  3. Inês Castro

    | Responder

    Todos os meses sinto dores horríveis… 🙁

  4. Carla

    | Responder

    Tive que retirar, pois tinha muitas hemorragias.

  5. Gaby

    | Responder

    Gostei bastante do artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *