Falta de lubrificação feminina o que fazer

Corpo 154 visitas Comentar

Falta de lubrificação feminina o que fazer – Uma das principais causas de dor durante a relação sexual é a falta de lubrificação. Sem ela, o atrito causa dor, diminuindo a excitação e a sensação de prazer.

Estima-se que entre 40% e 60% das mulheres sofrem de secura e prurido vaginal durante a menopausa – um sintoma desconfortável e, para muitas mulheres, até embaraçoso, o que faz deste sintoma um que afecta não só o bem-estar físico, mas também o emocional.

A secura vaginal pode afectar mulheres em alguma altura da sua vida

Fatores ambientais como o stress e ansiedade excessivas podem contribuir para a secura ou perca ocasional de libido feminina.

As mulheres que sofrem de secura tendem a evitar ter relações com o parceiro por sofrerem de sintomas desconfortáveis durante o ato. Alguns desses sintomas incluem comichão, sensação de ardor, sensação de pressão desconfortável, urgência em urinar(ou urinar frequentemente) ou ainda dor ou sangramento leve.

Com a chegada da menopausa, os ovários passam a produzir menos estrogénio e a diminuição dessa produção é a principal causa da secura vaginal.

Porquê? O estrogénio é um vasodilatador, responsável pela irrigação sanguínea da vagina, por isso, quando os seus níveis começam a baixar, as paredes vaginais tornam-se mais finas, mais secas e menos flexíveis.

Para além disso, verifica-se uma diminuição das secreções vaginais e, como consequência directa, uma menor lubrificação vaginal; mas também alterações do nível de pH na vagina.

Pode ainda verificar-se um atrofiamento da vagina uma vez que, com a falta de estrogénio, a camada superficial que normalmente protege a vagina pode encolher ou deixar mesmo de existir.

Consequentemente, o resultado é uma maior propensão para a secura, irritação e infecção vaginal sobre diversas e até dolorosas formas.

Outras causas frequentes Falta de lubrificação feminina

Existem ainda alguns factores exteriores à menopausa que podem causar ou contribuir para a secura vaginal:

  • Factores físicos – doenças auto-imunes (por exemplo: síndrome de Sjogren); infecções (bacterianas, virais, sexualmente transmitidas); alguns medicamentos (anti-histamínicos, antigripais, antidepressivos, tratamentos de cancro…); consumo exagerado de café, álcool e tabaco.
  • Factores emocionais – stress, depressão, ansiedade, alterações de humor, problemas no relacionamento a dois.
  • Factores ambientais – duches vaginais; reacção alérgica a sabonetes, gel de banho, detergente ou amaciador da roupa; vestuário apertado e/ou com tecidos sintéticos.

A secura vaginal pode ser acompanhada por outros desconfortos vaginais, como:

  • Ardor
  • Picadas
  • Prurido
  • Sensibilidade
  • Hemorragias após a relação sexual
  • Dor durante as relações sexuais
  • Desconforto generalizado

Dieta de Equilíbrio Hormonal

Seguir uma dieta de equilíbrio hormonal fornecem ao seu corpo o apoio necessário para aumentar a libido e diminuir a secura.

Falta de lubrificação feminina

1. Manter uma alimentação saudável

E uma boa hidratação (beber 1,5 a 2 litros de água por dia).

2. Privilegiar o consumo de soja – Esta contém uma substância, a isoflavona que, no organismo tem um efeito semelhante aos estrogénios.

3. Evitar o uso de sabonetes e gel de banho perfumados – Evitar o uso destes produtos não adaptados à mucosa vaginal. Dar preferência a produtos próprios para a higiene íntima e com uma acção hidratante associada.

4. Evitar duches vaginais – Ter sempre o cuidado de limpar na direcção vagina-ânus, de modo a evitar a propagação de bactérias.

5. Lavar a roupa interior com detergentes mais suaves – A roupa interior fica mais macia, trazendo um conforto diário diferente do que com um detergente normal.

6. Utilizar lubrificante nas relações sexuais – Estes diminuem o desconforto íntimo, sendo importante utilizar soluções específicas para o efeito.

Os lubrificantes vaginais são pomadas à base de água, óleo, silicone, cremes e outros ingredientes. Substituem a lubrificação vaginal natural da mulher. Para muitos casais, os lubrificantes são acessórios sexuais excelentes e indispensáveis que melhoram consideravelmente as relações sexuais. Podem ter vários formatos e sabores.

Alguns têm aloé vera e vitamina E, que suavizam a pele e a membrana mucosa. Pode comprá-los em qualquer loja erótica, hipermercados ou pode encomendá-los através da internet.

lubrificação feminina

Falta de lubrificação feminina Uma boa série de preliminares e carinhos ajuda, e muito, a deixar a mulher mais excitada e, consequentemente mais lubrificada e pronta para a relação sexual. Mas há outras formas de potencializar a lubrificação vaginal. Uma delas é por meio da alimentação.

ALHO – causa aumento circulação e lubrificação vaginal.

ESPARGOS – contém vitamina B3, aumenta circulação sanguínea na região genital e a lubrificação.

FRUTOS DO MAR – possui zinco e aumenta a produção de secreções, com isso aumenta a lubrificação.

BANANA – contém magnésio e aumenta a lubrificação.

CHOCOLATE – traz a sensação de prazer e bem-estar. Aumenta a libido.

Se a mulher está bem de saúde e se alimenta correctamente, a falta de lubrificação deve estar relacionada à estimulação incorrecta. Sem ela a mulher pode não ter desejo e, como consequência, dificilmente ficará lubrificada.

 

Mais informação na wikipédia.

Falta de lubrificação feminina o que fazer
4.6 (91.03%) 29 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *