Rinite alérgica tratamento caseiro

Curas Naturais 221 visitas 2 Comentarios

Rinite alérgica tratamento caseiro – A rinite é uma doença respiratória caracterizada pela inflamação da mucosa nasal.

A rinite é uma das causas frequentes de obstrução nasal. Deve-se a um processo inflamatório da mucosa nasal e por conseguinte a diminuição da área de passagem do ar.

Poderá estar associada a factores alérgicos ou não alérgicos. Poderá surgir apenas em determinadas estações do ano (sazonal), ou permanece durante todo o ano (perene).

O início da rinite alérgica ocorre principalmente na infância, mas pode surgir em qualquer idade. Quando surge nas crianças é frequente os sintomas continuarem pela vida adulta. Factores como a localização geográfica, as condições ambientais e a concentração de alergénio, influenciam o desenvolvimento da doença.

Em Portugal, cerca de 22% da população sofre de Rinite Alérgica. Contudo, existe um número significativo de doentes, ainda, não diagnosticados e não tratados.

Qual a causa da rinite alérgica?

A Rinite Alérgica é uma inflamação das mucosas, que se torna sintomática a partir do momento em que um alergeno chega ao interior do nariz.

É provocada pelo contacto com alergenos, isto é, são substâncias que podem provocar uma reacção alérgica em indivíduos cujo sistema imunitário as reconhece com perigosas e/ou estranhas.

Alguns exemplos mais comuns são o pólen de ervas, de árvores e por esporos de fungos. Também os medicamentos e alguns alimentos podem comportar-se como alergenos em indivíduos sensíveis.

Rinite Alérgica

Sintomas da rinite alérgica

→ Corrimento nasal transparente (rinorreia)

→ Nariz entupido (congestão nasal)

→ Comichão (prurido) no nariz, olhos, garganta, ouvidos e céu da boca

→ Espirros

→ Olhos vermelhos, irritados e lacrimejantes

Rinite alérgica – não há febre nem dores corporais e a alergia manifesta-se durante vários dias consecutivos. Os sintomas típicos são espirros frequentes, comichão no nariz ou garganta, nariz a pingar ou entupido.

A rinite alérgica deve ser identificada em consulta de especialista, na qual se realizam testes cutâneos (na pele do antebraço para ver a que substâncias é alérgico) e, se necessário, exames ao nariz, garganta, ouvidos, pulmões e análises clínicas.

ALIMENTOS A EVITAR

O chocolate e as bebidas alcoólicas representam um papel importante como factores desencadeantes da rinite e alergias porque aumentam a produção de muco e pioram os sintomas obstrutivos nasais. por isso, se costuma apresentar alergias com frequência, evite estes alimentos quando tiver crises.

rinite alergica - Rinite Alérgica

Um excelente TRATAMENTO CASEIRO para rinite alérgica, é o sumo de manga, porque a manga possui propriedades antioxidantes, é depurativa do sangue e tem acção expectorante, que ajuda a eliminar as secreções acumuladas, sendo muito útil no combate a doenças como rinite, bronquite e asma.

A Rinite Alergica provoca uma deterioração na qualidade de vida com perturbação do sono, dificuldades nas actividades quotidianas e vida social. Se mal controlada pode, ainda, associar-se ao desenvolvimento de outras complicações, como Sinusite.

Conselhos para a Rinite alérgica

  • Se tem habitualmente rinite alérgica inicie o seu tratamento profiláctico (de prevenção) cerca de uma semana antes da época da febre dos fenos.
  • Enquanto conduzir deve manter as janelas do carro fechadas bem como o sistema de ventilação para evitar uma concentração elevada de polens no interior do seu veículo.
  • Se os ácaros e o pó da sua casa forem identificados como alergenos para si, deve limpar a casa regularmente para manter os níveis de pó no mínimo. Os aspiradores de vácuo têm demonstrado bastante eficácia bem como produtos para colocar no saco do aspirador que eliminam os ácaros.
  • Mantenha o seu quarto arejado e deixe entrar o sol para evitar a formação de bolores (fungos).
  • Evite factores inespecíficos como as mudanças bruscas de temperatura, frio e humidade do ar, pois também podem ser prejudiciais.

Diferenciar os sintomas para a Rinite alérgica

As queixas descritas em relação com a rinite alérgica podem surgir noutras doenças. Ou seja, se os sintomas descritos forem acompanhados de febre, dores difusas pelo corpo e/ou secreções nasais amarelo-esverdeadas, podem indicar uma causa infecciosa, como por exemplo uma gripe ou outra infecção respiratória.

Por outro lado, se as secreções nasais apresentam sangue e a sensação de nariz tapado é só de um lado, poderá pensar-se na existência de algo mais grave, ou a presença de um corpo estranho (geralmente em crianças) ou desvio da parede do nariz (desvio do septo) para um dos lados.

TRATAMENTO – A forma mais eficaz de tratar a rinite alérgica é preveni-la. Porém, há medicamentos que podem ser prescritos pelo médico sempre que o afastamento dos alergénios é pouco prático ou eficaz.

Os medicamentos mais utilizados são os anti-histaminicos, uma vez que bloqueiam os efeitos da histamina e importantes no alívio dos sintomas e os corticóides para diminuir a inflamação.

Em suma, uma vez que esta doença crónica causa incómodo no dia a dia, deve fazer-se educação para a saúde, com vista a que o doente aprenda a gerir a doença, atendendo a que a adesão a todas as medidas profiláticas e/ou disponíveis permite prevenir e controlar os sintomas de forma aceitável, melhorando significativamente a qualidade de vida.

Mais informações na wikipédia

Rinite alérgica tratamento caseiro
4.8 (95.83%) 24 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
2 Comentários
  1. Sara

    | Responder

    Já estou tão habituada, que começo a precaução antes de virem os episódios de rinite.

  2. Olga Dinis

    | Responder

    detesto os espirros, a comichão no nariz…. 🙁

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *