Alimentos Afrodisiacos para Homens e Mulheres

Alimentação 1031 visitas 5 Comentarios

Alimentos Afrodisiacos – A expressão “conquistar pelo estômago” pode estar mais correta do que possa pensar. É que através da comida pode incluir alguns ingredientes chave para apimentar a sua relação. Falamos dos afrodisíacos.

O nome vem da deusa grega do amor, Afrodite, mas os seus efeitos, esses são bem particulares. Deusa grega do Amor, da Beleza e da Fecundidade, altura em que eram ingeridas as ditas “poções do amor”, que teriam como intuito aumentar o vigor e o prazer sexual.

Para uma vida sexual activa e saudável, é importante que cuidemos, de forma equilibrada e adequada, tanto da mente como do corpo. A maneira como nos alimentamos interfere de maneira directa sobre o funcionamento do corpo, e, portanto também sobre a função sexual. Assim pode-se concluir que existe relação entre a alimentação e um bom desempenho sexual.

Estes alimentos afrodisiacos influenciam o funcionamento do metabolismo e se há uns que aumentam a desejo sexual, outros estimulam a produção das hormonas relacionadas com a libido ou que aumentam a vasodilatação masculina. prolongando a erecção.

Alguns alimentos afrodisiacos são considerados afrodisíacos apenas por causa da sua forma e outros por causa do seu aroma. Mas alguns têm mesmo base química para tais alegações.

Alimentos Afrodisiacos

Cuidar do desejo sexual também é sinónimo de saúde. Afinal, ter uma vida sexual activa e equilibrada é fundamental para ter uma rotina mais saudável e feliz.

Nas mulheres, por volta dos 40 anos, os níveis de testosterona começam a modificar e a diminuir de forma intensa. Na menopausa, este sintoma intensifica-se ainda mais, já que com a queda do estrogénio também ocorre uma queda maior da testosterona.

Além disso, sem a circulação sanguínea adequada na região da vagina, a mulher tende a ter prazer muito menor ou não ter, já que a sensibilidade não é a mesma.

Para ajudar a resolver isso, alguns alimentos são indicados nessa fase, pois promovem a vasodilatação e estimulam a circulação, sendo fundamentais para quem quer ter uma vida sexual activa.

alimentos afrodisiacos com particularidades afrodisíacas que influenciam directamente o apetite sexual. São certos alimentos que podem dar um boost à vida sexual, e apimentar uma relação que pode estar a precisar de reacender.

Exemplo:

Amêndoa: Símbolo da fertilidade há anos, a amêndoa tem um aroma que despoleta paixão sobretudo nas mulheres. São ricas em essenciais como ómega 3, que também são necessários para a produção de testosterona. Melhoram o sistema reprodutivo, aumentam a fertilidade e ajudam a uma líbido saudável.

Atum: Rico em zinco, selénio, vitaminas B12 e B3, proteínas e ácidos gordos essenciais ómega 3, o atum é, frequentemente, encarado como o rei dos alimentos sensuais, a seguir às ostras. Aumenta a produção de esperma e fortalece a libido.

Banana: Provavelmente pelo seu formato. Mas a banana também é rica em potássio e vitaminas do complexo B, substâncias necessárias para a produção de hormonas sexuais.

Lista de Alimentos Afrodisiacos

Canela: A canela tem a capacidade de “inflamar” o paladar e não só. Esta especiaria além de ter um sabor intenso, ainda estimula a lubrificação feminina e a produção de testosterona no homem. A sua vertente afrodisíaca deve-se em muito à capacidade de melhorar a circulação sanguínea, por exemplo. Isto sem falar que ainda ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue, a controlar o apetite e o peso.

Chocolate: Os pesquisadores estudaram o chocolate e constataram que ele liberta serotonina, substância química que causa “bem-estar”. Ela ocorre naturalmente no corpo e é libertada pelo cérebro quando estamos felizes ou apaixonados, ou seja, o chocolate causa a mesma euforia que sentimos quando  amamos.

Figo: O seu alto teor em betacaroteno garante uma produção regular de hormonas sexuais e, enquanto boa fonte de vitamina C, fomenta a libido e reduz o stress.

Gengibre: É considerado afrodisíaco pelo seu aroma, mas ele estimula realmente o sistema circulatório.

Mel: Não é à toa que se usa a expressão “lua de mel”. O nome deve-se ao facto de na antiguidade os casais ingerirem mel diariamente (durante um mês) para se prepararem para o casamento. Dizia-se que isso os ajudaria a serem mais felizes em termos sexuais.

E tinham alguma razão. O mel é rico em vitaminas do complexo B (que actuam na produção de testosterona) e boro (que contribui para a produção e metabolização de estrogénio).

 

Ostras: Um dos alimentos afrodisíacos mais conhecidos. Ricas em zinco, ferro, selénio e ácido aspártico as ostras ajudam a estimular o metabolismo e contribuem para a libertação de hormonas (como a testosterona ou estrogénio) e aumentam a libido.

Romã: Rica em antioxidantes e polifenóis a romã contribui para a melhoria da circulação sanguínea, que por sua vez, aumenta a sensibilidade genital e colabora na qualidade da relação sexual.

Vinho: O efeito alcoólico, quando moderado, deixa-nos mais desinibidos e recetivos a uma noite de prazer envolvente. Por outro lado, os flavonoides presentes na uva potenciam a erecção.

A falta de desejo sexual, também conhecida como perda da libido, por incrível que pareça é algo bastante comum e frequente entre as mulheres. As causas podem variar bastante de mulher para mulher, mas normalmente é provocada por factores psicológicos, como stress, depressão; e físicos, como cansaço, sedentarismo, além da falta de tempo.

Esse problema afecta não só a mulher, mas também a vida de muitos casais, e pode ser considerado um dos muitos factores responsáveis pelo fim de relacionamentos, pois quanto menos libido, menos sexo e interacção de intimidade entre o casal.

Se sofre com a perda da libido e está disposto(a) a investir na recuperação do seu apetite sexual, inclua estes alimentos afrodisiacos moderadamente nas suas refeições e desfrute de ainda mais prazer na cama.

Recomendamos Vasodilax para restaurar as funções masculinas.

Alimentos Afrodisiacos para Homens e Mulheres
4.9 (97.93%) 29 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
5 Comentários
  1. Silvana

    | Responder

    Quero receber informações e dicas sobre saúde

  2. Célia Freitas

    | Responder

    Sempre que tenho uma noite mais “caliente”, como alguns destes alimentos e recomendo vivamente 🙂 🙂

  3. Gaby

    | Responder

    Adorei saber esta informação também vou partilhar

  4. Clara

    | Responder

    Gosto de todos os produtos constantes no artigo 🙂

  5. Paula

    | Responder

    Chocolate e ostras adoro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *