Benefícios dos Tremoços para a saúde

Plantas & Vitaminas 952 visitas 3 Comentarios
Tremocos

Reza a Lenda que quando Maria e José fugiram para o Egipto para salvarem Jesus das garras dos soldados de Herodes, perderam-se a certa altura num campo de tremoços. O barulho que faziam a andar era de tal ordem – o campo de tremoços estava seco – que pensaram estar a ser perseguidos pelos soldados.

Quando descobriu o verdadeiro motivo da barulheira, Nossa Senhora terá exclamado: “Eu vos amaldiçoo, tremoços, para que jamais farteis quem quer que vos coma”.

O tremoço, existe há vários séculos na Europa. Os tremoços contêm grandes benefícios para a saúde, e muita gente ainda os desconhece.

Os tremoços são uma leguminosa da mesma família das ervilhas e das favas, o tremoço é extremamente tóxico quando é colhido da planta, ainda em grão seco. Só depois de cozido, passado por várias águas e conservado em salmoura se torna comestível.

O inconveniente do tremoço é elevada quantidade de sal proveniente da salmoura em que são conservados tantas vezes, chegando uma porção de 60g a atingir um quinto da dose máxima diária recomendada de sal que são 5g.

Uma solução caseira é passar os por água corrente ou demolhá-los antes do seu consumo e quando os comprar embalados leia os rótulos e compre os que tenham menor teor de sal.

Se gostar de “petiscar” entre as refeições, os tremoços são, pois, um bom substituto do pão com manteiga, presunto, entre outros. Ao fazê-lo, estará a reduzir o consumo de calorias ao mesmo tempo que aumenta a ingestão de fibras. Em relação às propriedades nutricionais deste aperitivo, ele tem mais de positivo do que de negativo, contrariamente ao que muitas vezes se pensa…

O tremoço, também conhecido como o fiel companheiro da cerveja, é um óptimo aperitivo para um dia de calor, pois possui menos calorias e gorduras comparado com outras iguarias de Verão, como os caracóis, as batatas fritas, os amendoins ou as tradicionais azeitonas.

Benefícios dos Tremoços

  • Ricos em proteína de qualidade
  • Boas fontes de fibra
  • Pobres em calorias e gorduras
  • Fontes de minerais: cálcio, potássio, ferro e zinco
  • Fontes de vitaminas: ácido fólico
  • Altamente saciantes
  • Efeitos benéficos a nível do colesterol
  • Ajudam no controlo da glicemia
  • Contribuem para um bom funcionamento dos intestinos

Em regra, a composição nutricional é a seguinte: 36 a 52% de proteína, 5 a 20% de gordura, 30 a 40% de fibra alimentar.

Possui três vezes mais fibra do que a aveia e o trigo, facilitando assim uma eliminação dos intestinos e baixa o LDL (mau colesterol)

De baixo índice glícemico, esta pequena semente é excelente para a redução da obesidade porque além de ser muito proteico é também óptimo para a redução do apetite.

Os de carbono das leguminosas são de absorção lenta, isto significa que são demorados, o que é excelente, especialmente para os diabéticos e os obesos.

A casca contém hidratos de carbono indigestíveis, que provocam gases (flatulência). Para os indivíduos com os intestinos mais sensíveis, a eliminação da casca é suficiente para reduzir os sintomas. De qualquer forma, é uma excelente fonte de hidratos de carbono, na forma de amido, que permite abastecer lentamente o organismo de glicose (açúcar utilizado pelas células como combustível) por longos períodos sem que ocorram descidas bruscas do seu nível.

Na Europa, já é comum a substituição da soja pelo tremoço, já que o nível proteico é semelhante. Isso tem facilitado a vida de quem sofre de intolerância à soja.

Os tremoços são também uma excelente opção para vegetarianos e para todos que querem aumentar a ingestão diária de proteinas, como, por exemplo, praticantes de musculação.

Por cada 100 gramas desta leguminosa cozida e sem casca, obtém 15,4 gramas de proteínas e 9,4 gramas de fibra. Pelo contrário, não corre o risco de abusar da gordura, pois contém 1,1 gramas e além disso a gordura presente é sobretudo insaturada, menos prejudicial para a saúde.

Possui três vezes mais fibra do que a aveia e o trigo, facilitando assim uma eliminação dos intestinos e baixa o LDL (mau colesterol).

Os tremoços contêm ainda sais minerais, como cálcio, potássio e, em menor escala, ferro. Para quem come a casca, o valor nutricional é semelhante, mas com um pouco mais de fibra.

Uma deliciosa sugestão de um patê de tremoços .

Se temperar os tremoços com pouquíssimo sal e juntar muito alho e salsa obtém uma receita capaz de atrasar o aparecimento ou diminuir o risco das doenças cardiovasculares, uma vez que melhora o controlo da hipertensão, limita os valores de colesterol sanguíneo e se tiver cuidado em não ultrapassar o pires de tremoços ajudá-lo-á a manter uma glicemia estável após a refeição, em especial nos diabéticos.

Em suma o tremoço é um excelente alimento de Verão, pouco calórico, altamente saciante e com efeitos benéficos ao nível do funcionamento intestinal, controlo glicémico e diminuição do colesterol.

Existem inúmeras opções culinárias para juntar o tremoço às nossas refeições diárias, seja em saladas, arroz ou em paté. Nunca se esqueça de guardar sempre os tremoços cobertos com água.

Um punhado de tremoços por dia não sabe o bem que lhe fazia!

COMO PREPARAR TREMOÇOS EM CASA

Em casa podem preparar-se da seguinte forma: comprar os “feijões” de tremoço secos (em mercearias tradicionais, como por exemplo na Casa Chinesa situada na Baixa da cidade do Porto) e colocá-los de molho em água de um dia para o outro.

Depois fervem-se numa nova água durante vinte minutos. Arrefecendo, colocam-se num alguidar em água limpa que deve ser mudada duas a três vezes por dia durante cinco ou mais dias.

Quando já não estiverem amargos podem ser conservados durante bastante tempo (no frigorífico) em água temperada com sal regularmente renovada e, opcionalmente, adicionando-lhes alho e/ou ervas aromáticas tais como orégãos ou louro.

Recomendações – Associe os tremoços a alimentos ricos em vitamina C, como o limão e os vegetais verdes-escuros para potenciar a absorção do ferro.

Benefícios dos Tremoços para a saúde

Benefícios dos Tremoços para a saúde
4.8 (96.82%) 44 votos


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico.
Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.
3 Comentários
  1. Fernando Caldeira

    | Responder

    adoro tremoço

  2. Vasco

    | Responder

    como muitos tremoços entre as refeições

  3. Lili

    | Responder

    todos os dias como tremoços ao lanche e recomendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *