Plantas & Vitaminas

O que é o óleo CBD Canabidiol

Os seus benefícios medicinais

O canabidiol (CBD), tal como o tetrahidrocanabinol (THC), pertence ao grupo dos fitocanabinóides, elementos prontamente presentes na Cannabis sativa, nome científico da planta da canábis.

No entanto, contrariamente ao THC, o CBD não é um componente psicoativo, querendo isto dizer que o seu consumo não tem efeitos sobre a actividade psíquica e mental, nem tão pouco tem potencial de abuso e dependência.

O canabidiol (CBD), óleo extraído das sementes de cânhamo (Cannabis sativa L.) tem resultados benéficos, até mesmo nos casos de insónia, dor e fibromialgia. Tudo isto livre de estados alterados de consciência, melhor dizendo, sem efeitos alucinogénios.

Certamente já ouviu falar do THC muito antes do CBD.

O THC (tetraidrocanabinol abreviado) não só é a principal explicação para a marijuana (outra subespécie da canábis sativa) ser ilegal na maior parte do mundo moderno, como também é sobejamente reconhecido por causar efeitos secundários psicoativos (uma moca).

óleo canabidiol

Por sorte, nem todos os canabinoides são iguais, e embora as diferenças na sua estrutura química possam ser ligeiras, é o suficiente para alterar dramaticamente os seus efeitos.

As diferenças na estrutura química do CBD significam que este não interage com o corpo da mesma forma que o THC.

Como resultado, o CBD não é tóxico, não induz uma moca e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), não tem qualquer potencial de originar dependência.

Quais os beneficios do CBD

O uso da cannabis para tratar determinados males não é de agora.

Existem relatos de que esta planta era usada há mais de dois mil anos na Grécia Antiga, China e no Egipto para acalmar a dor, tratar prisão de ventre e outras doenças gastrointestinais e até travar a queda de cabelo.

O facto de, nas últimas décadas, ter sido popular como uma droga trouxe vários problemas: primeiro porque não existe tanto estudo e investigação sobre uma substância que é apontada como ilegal, assim sendo demora na descoberta dos seus benefícios.

# Poder anti-inflamatório do CBD

O óleo CBD parece ter propriedades anti-inflamatórias, demonstrando potencial para o tratamento de inúmeras doenças inflamatórias, como a esclerose múltipla, artrite reumatóide, a doença de Crohn, diabetes tipo 1, entre muitas outras.

Essa conclusão foi observada tanto com o óleo CBD Canabidiol separado como na sua forma natural (maconha rica em CBD).

Um estudo que comparou a eficiência das duas formas, porém, deprendeu-se que a cepa de cannabis rica em CBD é um anti-inflamatório muito superior ao CBD isolado.

# Pode melhorar a qualidade do sono

O canabidiol pode ocasionar uma leve sonolência. Dessa forma, essa substância pode ajudar no combate à ansiedade, stress e insónia, por exemplo.

Deste modo, o CBD está habilitado para aumentar a quantidade de horas dormidas por noite, além de melhorar a qualidade do sono.

# Fibromialgia

A fibromialgia desencadeia dores dos tecidos fibrosos, sendo recorrentemente tratada com anti-inflamatórios, corticoides e opióides .

Apesar disso, estes podem apresentar muitos efeitos transversais, como o aumento de peso, problemas de visão e dependência química, por exemplo.

Assim sendo, o CDB tem sido usado para a diminuição da dor, mostrando um resultado mais rápido e eficiente que o tratamento tradicional.

óleo cbd canabidiol

Cannabis legal em Portugal – logo que o THC (tetra-hidrocanabinol) no produto seja inferior a 0,2%.

Em Portugal, o cultivo de cânhamo foi-se expandindo ao longo dos séculos.

O nosso país tem as condições perfeitas de cultivo e crescimento da planta.

A cannabis tem originado um recente interesse estrangeiro em investir na produção, graças às boas condições de cultivo do nosso país.

Só em Janeiro de 2019 é que o Governo Português determinou oficialmente um quadro legal para a elaboração, utilização e comercialização da cannabis para tratamentos medicinais, aprovado pelo Decreto-Lei nº 8/2019.

Seja qual for o médico pode prescrever Canabidiol, mas somente nos casos em que as terapêuticas convencionais não tenham resultado ou que mostrem muitos efeitos desfavoráveis, excluindo uma lista limitada de situações, nomeadamente:

  • Espasticidade associada à esclerose múltipla ou lesões na medula espinhal;
  • Dor crónica relacionada a condições do sistema nervoso ou oncológico, como dor neuropática causada por lesão do nervo, dor do membro fantasma, neuralgia do trigémeo ou após infecção por herpes Zóster;
  • Síndrome de Tourette;
  • Glaucoma terapeuticamente resistente.
  • Náuseas e vómitos dericados de quimioterapia, radioterapia e terapia combinada de HIV e medicação para hepatite C;
  • Estimulação do apetite em cuidados paliativos de pacientes em tratamento oncológico ou com SIDA;
  • Epilepsia e terapêutica de convulsões graves na infância, como as síndromes de Dravet e Lennox-Gastaut;

Nota importante

As mulheres grávidas e a amamentar devem abster-se de fazer uso de produtos de CBD, porque ainda não existe nenhum estudo a longo prazo sobre os efeitos do mesmo nesta situação.

4.7 / 5. Votos: 12

Sem votos! Seja o primeiro.


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo